Arquivo do blog

Facebook - Blog

Facebook - Agência

Twitter

@ZipaoAventura 2013. Tecnologia do Blogger.

Marcadores

América do Sul (3) Argentina (2) Cachoeira (7) Camping (3) Camping Selvagem (4) Catarata (2) caverna (2) cidades (18) Dica (8) esporte de aventura (3) Feriado (7) Férias (12) festas (6) hostel (2) interior (7) MG (5) montanha (6) Paraguai (1) Paranapiacaba (3) Parque (11) PR (5) Praia (4) rafting (1) Rapel (2) rio (1) RJ (7) RMSP (9) RS (5) serra (7) SP (20) Top10 (2) Travessia (2) trilha (14) Trilha noturna (4) urbano (6) Usina (1) Viagem (10)

Seguidores

Trindade – RJ (parte 2)

Bom dia Galera!!!!
Demorei um pouco pra vir colocar mais um post aqui no blog, mas como estou sem net em casa fica bem dificil conseguir colocar os posts em ordem… mas estou tentando dar um jeito nessa parte… Além do que, já deu pra perceber que vou tentar colocar as coisas de uma outra forma, conciliando um pouco do passado com o presente pra poder manter tudo de forma viva!!! Mas chega de lero-lero e é hora de colocar mais um post… bora lá!!!!

Depois de todo o aperto que rolou na ida pra Trindade e de uma noite de descanço muito merecida hora de mais um dia de curtição na praia, e tem coisa melhor do que começar o dia vendo o sol nascer? Pois é, enquanto a galera estava dormindo eu e a Amanda aproveitamos para dar um pulo na praia e ver esse belo espetáculo!!! Pena que a galera não quis aproveitar e depois quando mostrei algumas fotos o povo ficou com um pouco de inveja por não ter visto também… Háaaa quem sabe assim eles aprendem a acordar cedo de vez em quando… o//




Depois de um belo café realizado no camping organizado de última hora foi a vez de “arrumar” a bagunça e ir aproveitar o lugar, afinal, não saimos de SP para ficar sem fazer nada. E nada melhor do que começar o dia fazendo um bom aquecimento na praia…. e nada melhor do que um “Passando o pé por cima” em plena a praia do Cachadaço. Foi incrivel ter feito aquilo na praia e o quanto de pessoas pararam e ficaram olhando o que estavamos fazendo. Além de tudo, o mar estava maravilho de se tomar um banho!!! Após essa pequena bagunça na praia foi hora de ir para a piscina natural.

No caminho conversamos com outras pessoas que estavam vindo de lá, e um deles falaram que ága estava um pouco fria e que não tinha nada melhor pra aquecer do que uma dose de run. Háaa… me senti um pirata rumo a uma caça ao tesouro depois daquilo… hehe… Chegando lá, na verdade tava parecendo até o piscinão de Ramos de tão cheio que estava… confesso que isso eu naos estava esperando.

Temperatura da água um pouco mais fria do que eu estava esperando, mas como chegamos até lá, não tinha como nao entrar na água. Depois de escolhermos uma pedra pra colocar as nossas coisas foi hora de aproveirar o lugar: água transparente com muuitos peixes dando pra ver eles nadando entre as pedras. E teve nesse lugar umas das coisas mais engraçadas da viagem, onde o nosso querido Helder (mais conhecido por nós como Gringo) fez sua pequena exebição de streep na pedra… bom… ele estava numa pedra e com estavamos todos lá e tinham várias pessoas também… Foi um show a parte e pena que ninguem filmou ou tirou foto… mas deve ter algo no YouTube sobre isso… vou dar uma procurada depois, quem sabe não acho algo sobre isso!!!

 

Depois de um tempo e com muuitas risadas hora de voltar e almoçar, mas pra que voltar pelo caminho normal, se tem o caminho das pedras, e isso foi bem emocionante até… rendeu belas fotos e até alguns escorregões (nada grave) e com toda certeza um pouco de adrenalina pra poder abrir um pouco mais o apetite.

Depois do almoço foi hora de se decidir para onde iriamos. E pra ajudar um pouco, parte da galera queria ir para Paraty e outra parte queria ficar em Trindade e aproveitar mais da vila. E ouve essa separação momentanea do grupo e eu preferi ficar em Trindade, pois eu já conhecia Paraty e também não tava afim de sair de lá sem hora de voltar.
Questão resolvida fomos para a pedra que engole e lá tivemos as melhores coisas do passeio, as fotos dizem tudo, já que é uma espécie de gruta por onde se dá pra entrar e ficar em baixo da pedra. É um pouco sufocante entrar em baixo da pedra, mas com toda a certeza vale a pena a emoção e toda a adrenalina desse lugar. Logo abaixo fica um poço onde se dá pra tomar banho e com certeza é mais um lugar para se poder se divertir. Um pouco mais abaixo ficava a comentada pedra do escorrega, uma pedra onde corria água e lembrava muuito um escorregador. É muito divertido e com toda é um dos lugares que tem que ser visitado por quem for, não há risco de se afogar pois o final dela é bem raso, mas é o suficiente para se molhar.

Já estava entardecendo quando estavamos descendo o rio e chegamos até uma árvore que estava caida e fomos lá tirar algumas fotos, e olha que foi muuuito divertido. Logo após demos uma volta pelo centro para poder fazer comprar e conhecer um pouco a vida noturna envolvida pelo carnaval. E depois de tanta água e emoção foi hora de ir comer, e nada melhor do que algo muito característico de lá: fomos jantar no “Xis do Carioca” e tomar “Gabriela”. Foi muito divertido ficar na mesa no meio da calçada e o Carioca fazendo os xis pra nós comermos enquanto esperavamos o restante da galera voltar de Paraty. A “Gabriela” nada mais é do que uma pinga curtida com cravo e canela (salve salve Jorge Amado e seu livro Gabriela Cravo e Canela, que batizou essa bebida).

O povo chega de Paraty e vamos para a praia aproveitar e fazer mais um “velau”… foi bem divertido mas depois de um dia bem cheio quis voltar pro camping mais cedo. Lá chegamos e uma parte da galera também estava lá… fazendo o que… bom… prefiro não comentar… haushausha… E enquanto  conversavamos um com outro teve um cara do outro camping que começou a uivar falando que era o lobo solitário… foi muuito engraçado aquilo, mas o sono era maior e devia criar forças pro outro dia, logo fui pro meu saco de dormir e aproveitar para descançar.
Esse foi mais um post… e espero que tenham gostado. Até o próximo post.