Arquivo do blog

Facebook - Blog

Facebook - Agência

Twitter

@ZipaoAventura 2013. Tecnologia do Blogger.

Marcadores

América do Sul (3) Argentina (2) Cachoeira (7) Camping (3) Camping Selvagem (4) Catarata (2) caverna (2) cidades (18) Dica (8) esporte de aventura (3) Feriado (7) Férias (12) festas (6) hostel (2) interior (7) MG (5) montanha (6) Paraguai (1) Paranapiacaba (3) Parque (11) PR (5) Praia (4) rafting (1) Rapel (2) rio (1) RJ (7) RMSP (9) RS (5) serra (7) SP (20) Top10 (2) Travessia (2) trilha (14) Trilha noturna (4) urbano (6) Usina (1) Viagem (10)

Seguidores

Campos do Jordão

Bons ventos pessoal! E com esse clima abafado, mas no ritmo de Jogos Olímpicos de Inverno em Sochi...


Pra quem acha que Campos do Jordão é apenas uma cidade que se move apenas com o Festival de Inverno e que tudo é muito caro pra se aproveitar está muito enganado. Eu quis provar pra mim mesmo que é possível se divertir e com um custo não tão elevado. Vou tentar mostrar algumas coisas que dá pra fazer e sem gastar muito mas deve estar preparado pois você vai andar muito se quiser ter economia.

O que define grande parte dos gastos é onde você está hospedado e a qual distância dos seus destinos ele fica. Você não vai querer se hospedar próximo da entrada da cidade se você pretende ir caminhar todo dia de manhã no Horto Florestal, que fica do outro lado da cidade. Como eu tinha destinos bem variados mas com um roteiro bem estruturado escolhi ficar no meio termo dos roteiros. Fiquei num Hostel no centro comercial da cidade.

O que visitar? Depende do seu gosto, mas eu particularmente prefiro o contato com a natureza, mirantes e também arte e história. Ou seja, um curioso de grande escala e que quer ver tudo em menos tempo possível.

Vamos andar.... fui até o Palácio Boa Vista que é a residência oficial de inverno do governo do estado de SP. E o nome diz tudo pois realmente se tem uma vista linda da Serra da Mantiqueira e de parte do Vale do Parnaíba. Além do mirante se tem a oportunidade de fazer uma visita monitorada e gratuita na parte interior do palácio e ver as obras de arte que tem ali dentro entre elas quadros de Tarsila do Amaral e Candido Portinari. Lado chato é que você não pode tirar foto no interior do prédio mas do lado de fora é liberado!


De lá nada melhor que dar uma volta no Museu Felícia Leirner e apreciar um pouco da boa vista que se tem da Pedra do Baú e curtir um pouco do contato com a natureza. Apesar de não ser fácil da pra ver várias espécies de aves. O que é muito importante é não esquecer de passar o protetor solar pois tem algumas áreas com um gramado muito bom pra sentar e relaxar.


Seguindo o passeio é hora de ir até o pórtico de entrada da cidade. É um lugar muito bom principalmente pra se pegar informação já que tem uma base do CIT (Centro de Informações Turísticas) da cidade. Dá pra aproveitar e pegar várias dicas de passeios e de como chegar neles.

 Pra finalizar o primeiro roteiro, nada melhor que uma visita em uma cervejaria. Fui até a fábrica da Baden Baden pra participar da monitoria. É muito bom saber como é feita a cerveja e ainda por cima poder degustar uns copos e sentir a qualidade do produto e se você gostar pode comprar lá mesmo

DICA 1: Se você pretende fazer a visita monitorada entre em contato com antecedência para agendar um horário, principalmente se for em grupo. É muito raro ter desistência do passeio. Agende com o máximo de prazo possível pra garantir.
DICA 2: Antes de comprar na fábrica veja os preços nos supermercados da cidade (principalmente no Pão de Açúcar) pois pode acabar compensando ir no mercado do que na fábrica. Qualquer coisa, na Vila de Capivari tem uma loja da Baden que você paga o mesmo valor da fábrica. Não ache que na fábrica você vai pagar mais barato.

Com isso você praticamente elimina um lado da cidade e pode pensar em outros roteiros pela cidade. Eu particularmente vejo mais opções pra se aproveitar do que o normal. Vamos lá.

Inverno lembra chocolate e serra lembra chocolate artesanal, e em Campos do Jordão tem várias pela Vila Capivari (centro turístico da cidade) mas em particular tem duas fábricas que recomendo: Chocolates Araucária e Cacau Show. Ambas tem espaço para você degustar o chocolate e comprar por uma preço mais em conta do que na loja em Capivari, isso sim vale a pena. Qual  melhor artesanal? Os dois, pois cada um tem uma receita diferente então vale a pena experimentar os dois. Como eu tenho preferência pelos amargos tem mais opções na Araucária.

NOTA: A Fábrica da Cacau Show de Campos do Jordão tem uma linha de chocolates artesanais que só vende alí e não tem em nenhuma outra loja, somente na fábrica (Nem na loja que tem em Capivari tinha os produtos artesanais da fábrica). Isso é que faz valer a pena uma visita nas duas fábricas.

A Vila de Capivari é o verdadeiro centro turístico da cidade. É lá onde tem os bares, restaurantes e baladas mais comentadas (e caras) da cidade. Vale a pena passar pra conhecer por causa da arquitetura que dá todo um clima europeu ao lugar, principalmente no inverno. É nela que tem muitas apresentações do Festival de Inverno.

Um bom lugar pra se conhecer (e comer) é o Pastel do Maluf pois é muito grande e muito bem recheado. A fila é enorme, mas vale a pena comer por lá. Na praça tem a estação que sai o trem turístico e do teleférico para o Morro do Elefante. Falando nisso, o Morro do Elefante é um bom mirante da cidade e pode se chegar de carro ou a pé também.


Outro passeio que vale a pena é o que vai até a Ducha de Prata, um pseudo Parque Aquático, onde você pode tomar banho de rio. Não é lá essas coisas pra se fazer isso por ser um lugar onde muita gente só passa pra tirar foto, logo você pode ser muito visto. O problema é o desconforto para os possíveis banhistas já que não tem banheiro público para ao menos se trocar que seja mais próximo ao rio, aí você tem que atravessar toda a feira de artesanato (molhado) pra se trocar. Eu só não entrei na água por causa desse desconforto (e do frio que estava fazendo).


Tem também aquele passeio clássico pra se ver os hotéis de luxo e as mansões da cidade, entre elas a do bispo Edir Macedo que causou tanta polêmica na mídia, mas a melhor parte é que esse é o caminho para o Pico do Itapeva. Apesar dele ficar em Pindamonhangaba só tem acesso direto por Campos. A vista deve ser realmente maravilhosa pois dá pra ver várias cidades do vale mas dei azar de ir e ter um belo nevoeiro o que não deu pra ver muita coisa, bem dizer nem próximo. Isso deu um outro clima ao lugar e dá pra tirar uma fotos ao melhor estilo "Silent Hill".

O ponto mais alto da cidade é o Pico do Imbiri que eu também tive a oportunidade de conhecer. A caminha é média ( cerca de 5Km) mas o visual é incrível. Tem uma bela visão da Serra da Mantiqueira e de alguns ponto bacanas como a Pedra do Baú, Pico dos Marins e também do observatório de Brazópolis que fica no sul de Minas.


Uma experiência diferenciada que eu aproveitei na cidade foi fazer o passeio de quadriciclo. É uma sensação bem legal além de ser algo que não se vê em qualquer lugar o que faz dar vontade de aproveitar cada minuto da atividade. Se tem várias opções de roteiros e preços, vale a pena dar uma boa pesquisada. Eu paguei R$ 70,00 na época que eu fui para um passeio de 1 hora.

Teve coisas que eu não tive tempo de ir visitar mas que já estou me programando pra poder conhecer, entre eles o Horto Florestal e o borboletário que ficam distantes do centro mas com certeza devem valer a pena.


Isso é apenas o que eu fiz. Existem muito mais opções e gostos pra se aproveitar, cabe a você traçar o seu próprio roteiro pela cidade.

Até a próxima viagem!!!

0 comentários: